Notícias

De acordo com o Conselho Federal de Médicina (CFM) a utilização de carimbo de médico em prescrição é opcional, pois não há obrigatoriedade legal ou ética. O que se exige é a assinatura com identificação clara do profissional e o seu respectivo CRM. Não há proibição expressa para eventuais autoprescrições de médicos, exceto no caso de entorpecentes e psicotrópicos. Acesse aqui

Previous Next

No último sábado, (10/11), pela manhã, mastologistas e ginecologistas participaram de um encontro na AMRIGS promovido pela Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Rio Grande do Sul (SOGIRGS),  que teve o apoio da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM-RS). Foram tratados assuntos relacionados ao diagnóstico, rastreamento e tratamento das doenças mamárias benignas e do câncer de mama, além de orientar nos casos de mulheres com alto risco para desenvolver neoplasia. Também foram discutidas as principais técnicas operatórias oncológicas e de cirurgia reparadora.

Brasília, 14 de novembro de 2018

Diante do anúncio feito pelo Governo de Cuba de retirada de seus intercambistas dos quadros do Programa Mais Médicos, o Conselho Federal de Medicina (CFM) vem a público reiterar que:

As receitas de medicamentos controlados ou manipulados terão validade por todo o país. É o que estipula a Lei 13.732, de 2018, sancionada pelo presidente da República e publicada na última sexta-feira (9) no Diário Oficial da União.
A nova lei tem origem no substitutivo da Câmara dos Deputados (SCD 4/2018) ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 325/2012, aprovado na Casa no último dia 16. O texto entra em vigor daqui a 90 dias.

Previous Next

Durante a realização do evento "Mastologia para Ginecologistas, no sábado (10/11), houve a entrega da premiação aos melhores colocados da XIX Prova SOGIRGS, que ocorreu no mês de setembro. Os seguintes alunos dos Programas de Residência Médica de Ginecologia e Obstetrícia do Estado foram agraciados:
- Luisa Machado Kobe (1º lugar/ PUCRS)
- Martina Wagner (2º lugar/Hospital São Lucas da PUCRS)
- Leonardo Jacobsen (3º lugar/Hospital Presidente Vargas)
- Paulo Antônio da Silva Cássio (3º Lugar/Hospital de Clínicas de POA)
- Michelle Mendes Grandi Mendes (3° lugar/Hospital Fêmina de POA), que foi representada pela Dra. Carolina de Castro Pereira, supervisora do Programa de Residência Médica de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Fêmina de Porto Alegre.

O evento da Sogirgs ocorrido na AMRIGS, no dia 10/11, debateu aspectos relacionados às duas especialidades dentro do tema câncer de mama e contou com a presença de importantes nomes da mastologia. 

A mastologista Andréa Pires Souto Damin, professora do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da UFRGS e do Serviço de Mastologia do HCPA, falou sobre o tema “Rastreamento do câncer de mama”. A médica destaca que o rastreamento de tumores pequenos assintomáticos tem como objetivo primário a redução da mortalidade em 30% e como finalidade secundária a realização de tratamentos menos agressivos (cirurgias menores e a menor necessidade de quimioterapia).

O painel “Patologias de risco foi a temática apresentada pela Dra. Larissa Isabela Batista, mastologista do Núcleo Mama do Hospital Moinhos de Vento e da Santa Casa de Porto Alegre .

Na segunda parte do evento, o Dr. Mário Casales Schorr abordou a “Evolução da cirurgia de mama”. O mastologista é supervisor do Serviço de Mastologia do Hospital Ernesto Dornelles (HED) e chefe das Residência Médicas de Mastologia do HED e Hospital Nossa Senhora Conceição (HNSC). Schorr também é um dos autores do Atlas Of Breast Reconstruction. Em sua palestra apresentou uma série de técnicas cirúrgicas que minimizam as sequelas deixadas pela cirurgia, que muitas vezes é mutiladora. Ele ressalta que a mama extirpada leva à depressão e não raro a perda do parceiro. No Brasil, a reconstrução imediata da mama é lei, infelizmente ainda pouco cumprida.

O encerramento do evento na AMRIGS contou com a palestra do mastologista da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, Dr. Leônidas Souza Machado, que detalhou a Evolução da cirurgia axilar em cirurgia de mama. Ao final todos os palestrantes participaram de uma mesa redonda para esclarecer dúvidas que surgiram ao longo das palestras.

 



Próximos Eventos

Últimas Notícias

Boletins

Endereço

Av. Ipiranga. 5311 – Sala 201

CEP: 90610-000

Porto Alegre/RS

Telefones

Atendimento

Das 10h às 16h

© 2017 Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Rio Grande do Sul. Todos Direitos Reservados