Saúde da Mulher

O sistema de informações sobre nascidos vivos do Ministério da Saúde contabilizou um aumento de 44% no número de mulheres que deram à luz entre os 35 e os 39 anos de idade nos últimos 20 anos no Brasil. De 1998 a 2017, o número de gestantes que deram à luz entre os 40 e os 44 anos cresceu 50% e dentre as que tiveram filhos dos 30 aos 34 anos, o aumento foi de 37%. Já os nascimentos de bebês de mães com idades entre 20 e 29 anos, caiu 15 por cento no período.

   Estamos entrando na estação mais quente do ano que exige maiores cuidados com a saúde da região íntima feminina. Isso porque o clima quente é ideal para a proliferação de fungos e bactérias, em função da transpiração íntima ser maior do que no restante do ano. Alguns hábitos influenciam diretamente na saúde íntima das mulheres:

     Uma equipe de 14 médicos brasileiros do Hospital das Clínicas de São Paulo liderados pelo ginecologista Dani Ejzenberg, anunciou um feito inédito neste mês de dezembro: eles realizaram um transplante de útero a partir de uma doadora morta. A mulher que recebeu o órgão conseguiu engravidar posteriormente. A operação foi conduzida no Hospital das Clínicas de São Paulo em setembro de 2016.

Próximos Eventos

Últimas Notícias

Boletins

Endereço

Av. Ipiranga. 5311 – Sala 201

CEP: 90610-000

Porto Alegre/RS

Telefones

Atendimento

Das 10h às 16h

© 2017 Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Rio Grande do Sul. Todos Direitos Reservados